17.3.08

Questão de Honra Parte V - Final


Chegara à hora. A chance de mostrar para Gwenffar sua coragem.
Gwenffar... Ela o decepcionara, acabara com seus sentimentos.
E aquele rapaz? Quem era? O que fazia na casa de Gwen?
Tudo isso fazia sua cabeça girar. Ele passou o dia todo se preparando, mas tinha medo. Pensava no que Gwen havia dito sobre ele naquele primeiro encontro. Moleque", arrogante, impulsivo tinham sido suas palavras. Seria mesmo verdade? Algo tinha mudado?
Pesaria nisso depois, pois o sol caia no horizonte e a hora marcada para o duelo havia chegado. Ele caminhava em direção ao rio armado de sua melhor espada.
Do outro lado, Piter o esperava e para sua surpresa o pai de Gwen também estava lá, além dela própria.
- William - começou Gwenffar, puxando-o para um canto - Eu quero dizer que independente do ganhador deste duelo... Eu me senti diferente, desde o primeiro momento que nos falamos... Will, eu... Eu simplesmente te adoro! Peço perdão se te magoei!
Os dois se envolveram em um apertado abraço
-Eu sinto o mesmo Gwen! Já não é a primeira vez que tenho que me desculpar por algo com você - sussurrou ele
-Vença por mim, por favor! - pediu ela, desesperada.
-Muito bem! - disse o pai - Piter pediu a mão de minha filha, mas , apesar do casamento entre primos ser um costume entre as familias, ela recusou. E por sua causa rapaz - continuou apontando para Will - Portanto, quem ganhar o duelo ganhará a mão de Gwenffar. Comecem!
”O que? Primo?” Pensou William, mas mal teve tempo e já estava sendo atacado.
Piter era forte, mas William era rápido, ágil.
O único som que se ouvia era o tilintar das espadas.
Os doisjá tinham  lutaram durante algun tempo e estavam exaustos, aquele seria o golpe final. Ouviu se o barulho de metal no chão... Uma espada havia caído.
Mas não era a de William.
A única coisa de que ele se lembrava realmente era o perfume de Gwen, e seu doce abraço, ela, radiante de novo.
Ele então a soltou, e ajudou Piter a se levantar
- Foi uma luta justa, e você a merece William - disse Piter apontando para Gwen. William sorria para Piter, agradecido.
- Admito, você é um bom cavaleiro
- Sem ressentimentos?
- Sem nenhum!
- Rapaz, você provou sua bondade e honra afinal! - disse o pai - cuide bem da minha filha!

Agora tudo estava como aquele momento na beira do lago. Os dois de olhando nos olhos, mas desta vez, não havia pai ou primo para chamar por Gwenffar.
Então, aconteceu. Os dois se beijaram, e entre os dez beijos mais apaixonados aquele foi um deles
E William se sentia o homem mais feliz do mundo, pois agora, finalmente Gwenffar era sua...

FIM

5 comentários:

  1. Aii linduuUu!!
    adorei Bella!!

    esperando pelo proximo
    conto!!

    BjOo!!

    ResponderExcluir
  2. Guinevére7.5.08

    Linda a história mas ficaraia ainda melhor se fosse mais rica em detalhes !
    =)
    Parabéns !

    ResponderExcluir
  3. história lindah ameii

    ResponderExcluir
  4. nosssa Isa
    muito lindu
    amei
    S2

    ResponderExcluir
  5. Wes, Caç25.10.10

    Parabéns pelo conto, Isa!!

    Com certeza vc tem um futuro brilhante pela frente.

    ResponderExcluir