31.5.08

História de Brisingr - Parte 8

- Jasmine, acorde! – disse Deiron.

Com um gemido jasmine se levantou. Estava toda dolorida devido ao desconforto da cama improvisada.

- Bom dia! – ele disse, sorrindo.

- Bom dia – resmungou.

Deiron havia acordado mais cedo colhido algumas frutas. Aquilo teria que servir de café da manhã para os dois.

- Escute – começou ele, em tom simpático – ontem à noite você disse que queria descobrir mais sobre seu colar, certo?

- Sim.

- Então, vou lhe contar o que sei... Não é muita coisa...

Ela esperou

- Aquele é sem dúvida um colar das fadas. Segundo a lenda, um colar das fadas atende a todos os desejos de quem o possuí. Mas tem que ser um desejo sincero, entende? Não funciona se for roubado. Dizem que somente alguns deles foram criados há muitos anos pelas fadas, por isso são muito raros. Você tem sorte!

- Não entendo como pode ser um colar das fadas... Eu nunca acreditei em nada disso... E definitivamente, nunca vi uma fada.

- Hum - fez ele, pensativo – você disse que o ganhou de sua mãe certo?

- Certo.

- E onde ela está?

- Morta. – respondeu ela.

Ele ficou muito sem graça

- Me desculpe... – começou

- Tudo bem, eu já... Eu já estou acostumada com isso. Eu era muito pequena entende... Não me lembro de muita coisa então...

Ela não queria admitir que sentia muita falta da mãe dela.

-Ah... Certo... O seu colar, ele é especial sem dúvida, e como você o tem hoje é um mistério. Mas você disse que quer descobrir de onde ele veio... Suponho que só haja uma solução.

Jasmine estava ansiosa.

- E qual é? – ela perguntou

- Se você quiser mesmo isso, a única solução é ir até as fadas que fizeram ele...

- E...?

- Vai ser perigoso...

- Não tenho medo – disse ela determinada, mas na verdade, já tremia.

- Vlad, Shurigan, e a Rainha estarão nos procurando...

- Você não tem que vir comigo!

- Oh! Que ótimo! Você sabe chegar até as fadas?

Ele a desarmara

- Ah... Você não entende... Eu preciso descobrir... E essa é minha única chance... Por favor... Me leve até lá? – disse em tom de súplica

Ele pensou

- Você está ciente dos riscos?

- Sim! Precisamos tentar!

Ele a olhou e viu que realmente, era o que ela queria.

- Está bem...

Não demorou muito, já estavam partindo.

5 comentários:

  1. Rita de Cássia31.5.08

    Floor o blog ta lindo, parabéens e muuuuuito sucesso.. :)
    beeijokas ;*

    ResponderExcluir
  2. Gracii31.5.08

    Tô adorando a história....

    Sucesso(!!!)

    bjus

    ResponderExcluir
  3. liiindinha adorei seu blog..a história está muito boa,com gostinho de querer saber mais :9
    Quando postar me avisa que venho correndo ler,estou anciosa para ver o que vai acontecer com jasmine e deiron..

    beijão,e muito sucesso :*

    ResponderExcluir
  4. MERIS1.6.08

    AMEI AS HISTORIAS

    ResponderExcluir
  5. Thamy3.6.08

    ótimas histórias!
    vc tem talento nina!

    ResponderExcluir