1.11.11

Review: Guerra dos Tronos

A Guerra dos Tronos é um livro de fantasia publicado pela editora Leya.O livro é assinado por George Raymond Richard Martin – ou simplesmente George R. R. Martin – autor estadunidense dos livros da série  “As Crônicas de Gelo e Fogo”, que é composta por sete livros. Ele também é roteirista, participando inclusive do seriado “A Bela e a Fera” nos anos 80, que foi estrelado por Linda Hamilton – mais conhecida como Sarah Connors – e Ron Perlman, o Hellboy.

Mas vamos ao livro. Guerra dos Tronos é um épico de fantasia composto por personagens muito bem elaborados, envolvidos numa trama principal: A disputa pelo poder em Westeros. Martin criou, com uma habilidade impressionante, um mundo particular, onde seus personagens se tornam conhecidos à medida que lemos o livro um. Alguns são bem marcantes, como Eddard Stark (sim, Stark como o personagem da Marvel), senhor de Winterfell; Daenerys Targaryen, a Filha da Tempestade; o Rei Robert Baratheon; entre outros. E devemos dar crédito a isso, pois Martin consegue criar uma gama de personagens e fazer uma história complexa para cada um deles. Mas este é parte do problema. Daqui a pouco eu explico.

Ao longo da história os personagens se vêem envolvidos na trama. A disputa pelo poder pelas diferentes famílias, que também são muito exploradas como um todo, afeta diretamente os personagens principais. Algumas tramas paralelas aparecem no decorrer da leitura, como a tentativa de Viserys Targaryen, irmão de Daenerys, de recuperar o trono que um dia fora da sua família, aliando-se a um povo bárbaro e estrangeiro. Eddard Stark assume um papel importante ao aceitar ser a Mão do Rei, assumindo a função de executar as leis e fazer com que sejam cumpridas. É a meu ver o personagem central, e o mais bem elaborado pelo autor. Acompanhamos também o crescimento dos filhos de Eddard, bem como os mistérios que cercam a morte da antiga Mão do Rei, e os boatos sobrenaturais que são atribuídos às criaturas além da muralha, conhecidas apenas como “Os Outros”.

Contudo o livro sofre com alguns problemas graves. Nesse ponto entra um pouco da minha opinião particular. Não estou aqui dizendo que o livro seja ruim, mas o trabalho de divulgação, na tentativa de aumentar o prestígio do livro, chegou a comparar Martin a Tolkien, chamando o autor de “O Tolkien Americano”. Esta foi uma comparação equivocada. Primeiro: Os escritores possuem estilos completamente diferentes. Enquanto Tolkien foca na história como era vista pelos Hobbits, Martin foca basicamente nos personagens e em suas pequenas variações, como desvios de caráter e traumas. Segundo: A obra de Tolkien é muito mais profunda e detalhada. Volto a colocar que, embora Martin tenha feito um excelente trabalho quando criou Westeros, Tolkien alcança um nível de detalhes com a Terra-Média que, em minha opinião, ainda não foi alcançado por nenhum escritor.

Outro problema é que Martin foca nos personagens. Isso não seria um problema muito grande, mas em alguns momentos o livro se torna cansativo. Ao invés de criar capítulos, Martin coloca um personagem em foco em cada trecho, semelhante ao que fez Bram Stoker em sua obra “Drácula”. Mas Martin, na sua idéia de gerar muitos personagens, todos estes grandiosos e complexos, torna a leitura muito lenta. Vejam bem, não é uma leitura ruim, é uma leitura lenta, que pode desanimar leitores sem paciência ou leitores que não estão acostumados com livros deste nível.

Para concluir, devo dizer que o enredo é muito bem feito. A política comum de um romance histórico se entrelaça com os mistérios de uma boa fantasia e as particularidades de uma história medieval. A trama é envolvente e faz você ficar pensando nela mesmo depois de terminar a leitura. Vale a pena superar as 600 páginas do livro, com suas riquezas de detalhes bem elaborados, e acompanhar as aventuras de Ned Stark, Jon Snow, Tyrion Lannister e outros através da guerra dos tronos que paira sobre Westeros.

Até porque o inverno está chegando!

7 comentários:

  1. Esse é um livro que me conquista pela capa. Mais eu não tenho paciência com livros de letra pequena sabe? E esse tem, me dá impressão que não estou saindo do lugar isso me deixa angustiada e com isso acabo deixando a leitura de lado infelizmente!

    ResponderExcluir
  2. Ah, outro dia eu vi esse livro na livraria e fiquei super na vontade de lê-lo. Adorei a sua resenha e acho que assim que puder irei ler esse livro.

    Eu já li Senhor dos Anéis, apenas o primeiro volume e gostei bastante, confesso que esse livro li mais por ser de um autor tão conhecido, tão bem falado, do que pela história propriamente dita. Mas eu me encantei pelo livro e quero ler os proximos o mais breve possível. ;)

    Bjão;*
    Naty - Just Books !

    ResponderExcluir
  3. Deus do Céu, esse livro me parece tão perfeito - e é tão caro D;. De verdade, cogito lê-lo, mas precisarei de uma boa promoção da Submarino para isso (rs). Mas, dá até pra entender o valor do livro, afinal, compararam (embora eu não concorde com isso, por melhor que seja o autor) o escritor com Tolkien...


    Adorei o blog, viu? Já estou seguindo *-*
    Boa sorte, e parabéns.

    vicioempaginas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Eu sou apaixonada por essa série! Estou no terceiro livro, tem momentos que é cansativo mesmo, mas a trama do livro é muito boa, vale muito a pena!! principalmente porque o autor adora fazer umas surpresas durante a leitura!
    Seguindo =D

    http://tribooks.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Comparar o Martin com o Tolkien chega a ser cômico! O Tolkien não pode ser comparado!
    Pra mim esse livro conquista pela capa e por ser uma história épica, um tema muito chamativo pra mim.
    Ainda não li nenhum livro da série (os livros são enormes e a série também!), mas ainda os lerei! :)

    Um beijo,
    Luara - @luuara
    http://estantevertical.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Gostei da resenha. E do blog também. Muita informação por aqui. Deixo um grande Abraço!

    ResponderExcluir
  7. Ai, estou com o livro aqui, mas ainda não arranjei tempo! Tomara que eu consiga logo!
    Adorei a resenha!

    Beijos

    Mariana Sampaio
    Blog Tijolinhos de Papel

    ResponderExcluir