5.11.11

Sobre esperança e amor...


Meu querido Luke, acredite, tudo irá ficar bem.

Eu sei que é difícil pra você, mas eu estou aqui. Sim, eu estou aqui, ao seu lado, e quando temos pessoas que nos amam ao nosso lado, nos tempos de aflição, ficamos mais fortes e mais capazes de superar o que quer que seja. E eu vou sempre estar ao seu lado e fazer o que precisar para te ver com aquele brilho nos olhos de novo... Para te ver aprontando de novo, daquele jeito que só você fazia...

Você se lembra? Você corria de um lado pro outro, remexia no canteirinho de terra daqui de casa e depois deixava marcas de suas patas no quintal inteiro e, não se contentando, você pulava na gente sem se importar com nada além disso. Toda vez que chegávamos em casa, você abanava o rabo de um lado para o outro, feliz da vida. Você sempre pegava o tapete na boca e ficava brincando de morder, destruindo-o. Tudo era festa pra você. Em pensar que o mundo não passava de uma vastidão em preto e branco, com uns leves tons de cinza...

Mas e agora? Agora eu te vejo tão cabisbaixo por não poder mais enxergar. Eu tento te guiar, mas é impossível estar ao seu lado a todo momento. Você tromba no sofá, nas paredes, em mim. Você não me enxerga mais, Luke. Em que cor é a vastidão que você enxerga o mundo agora, meu amigo?

Ah, isso é tão triste... Saber que você não pode mais correr pelo quintal, mexer no canteirinho de terra daqui de casa, brincar de morder o tapete... Mas, acalme-se!, o veterinário ligou agora de manhã e apesar da nossa situação financeira não ser das melhores nós já aceitamos o tratamento que ele nos propôs, por que não se pode abandonar a família, não é verdade?

Eu estou do seu lado, Luke. Eles dizem que você é vira-lata, é feio, é desengonçado, é magrela e ossudo... E você é mesmo. E é por isso que eu te amo tanto. Tudo irá ficar bem, Luke.

As chances de cura não são das maiores, mas eu tenho esperança de que você irá vencer esta batalha. Eu sinto muito, Luke, por você não enxergar mais, afinal, você é um cachorro e cachorros precisam enxergar!

Mas a verdade é que por mim você pode ser do jeito que for. Eu não me importo! Do mesmo jeito que você não se importa se eu sou bonito, rico, e aquelas bobagens todas. Você sempre virá encostar sua cabeça na minha perna e eu sempre vou lhe fazer carinho.

Seja como for.

Nenhum comentário:

Postar um comentário