12.11.11

Sobre músicas, sentimentos, lembranças...

O que é música pra você?

Ouvindo Falamansa dias atrás, eu percebi que não conseguia ficar parado e nem com a boca fechada. E é claro que eu estava numa felicidade tamanha para escutar as músicas “pra cima” do Falamansa.

Mas e quando o sentimento é outro?

Sabe quando você se pega triste e tal, mas não quer deixar passar? Pois é, nesses dias eu ouço As Rosas Não Falam de Cartola. Ou quando eu quero levar uma garrafada na cabeça, eu procuro o impacto e a intensidade do ato em Como Nossos Pais de Belchior, mas por Elis Regina.

Quando eu quero só me deixar levar, eu ouço Céu. Quando eu preciso ser mais descontraído é Garotas Suecas que toca aqui no Media Player. Quando desavergonhado é Mamonas Assassinas. Quando louco é Raul Seixas. Quando é pra cantar mesmo tem que ser Cazuza.

Agora, se é pra falar de amor, sertanejo é o que há. Pra mim, pelo menos.

Tem também aquelas músicas que grudam na cabeça e que simplesmente viciam. E essas, caro leitor, são aquelas músicas que você gosta, mas tem vergonha de dizer que gosta, sacas? Tipo eu com Pintinho Piu que simplesmente explodiu na internet e eu viciei. Tem também Eguinha Mijoleta. Tem as músicas da Banda Djavú... do Falcão... Amado Batista... Beto Barbosa... Não que se deva ter vergonha deles, de jeito algum, mas, convenhamos, né.

A grande façanha das músicas, porém, é que elas podem te levar para momentos guardados por elas memas com extrema força e rapidez. Te fazer relembrar aquele tempo que não volta mais. É a música que o eterniza. Sempre que tocada, ele será relembrado.

Era uma casa muito engraçada, não tinha teto, não tinha nada...

 A canoa virou, pois deixaram ela virar, foi por causa de Maria que não soube remar...

Essas músicas me lembram a infância.

Oh, baby, baby, it's a wild world
 It's hard to get by just upon a smile

Essa, especialmente, me lembra a perda de alguém muito especial.

O fato é que a música é um dos maiores e mais bonitos meios de expressar o nosso sentimento, seja ele qual for.

Aperte o play aí!

7 comentários:

  1. A música é a melhor forma de se viver um momento nostálgico.
    A música é boa para tudo, quando se está feliz, quando se está triste. Todos nós temos as músicas que nos fazem reviver momentos bons ou ruins. O efeito da música, sejam elas quais forem, é tão intenso que é possível sentir o cheiro do momento.
    Adorei o texto.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. depois dessa meu conceito de musica muda total adorei o texto bem 10

    Rafa
    http://blogleiturasvivas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. depois dessa meu conceito de musica muda total adorei o texto bem 10

    Rafa
    http://blogleiturasvivas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. depois dessa meu conceito de musica muda total adorei o texto bem 10

    Rafa
    http://blogleiturasvivas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Verdade. Eu adoro música, sempre me anima, adoro fica horas cantando e dançando feito louca rsrs..

    ResponderExcluir
  6. Meu refúgio, minha alegria, minha juventude... isso é música pra mim *_*
    beijos
    bom feriado

    ResponderExcluir
  7. É!Isso de sentir com a música... Acho magnífico, mas não funciona muito bem comigo... Não interessa o humor, costumo ouvir um pouco de tudo.

    Beijos.
    Mariana Sampaio
    Blog Tijolinhos de Papel

    ResponderExcluir