16.6.12

Amor instável


E se eu não sou perfeita sempre, perdoa.
Perdoa esses meus errinhos à toa.
É que sinto demais, e penso de menos.
Lembra que nosso amor é grande,
e esses problemas, pequenos.

E todos falam que somos o casal perfeito,
que para tudo se dá jeito,
escuta eles.
Esquece o meio atrapalhado e se concentra no final feliz.

Eu te amo, você sabe disso.
Brigo, grito, me altero, dou chá de sumiço.
Mas deito na minha cama, e penso em você.
Todos os dias, se você quer saber.

Amores sem defeitos não existem.
Não há quem esteja sempre bem.
É o que é, você é homem e eu sou mulher,
Balança humana, equilíbrio inimaginável.
É você meu amor instável.


3 comentários:

  1. Lindo poema! Adorei

    Gabi

    ResponderExcluir
  2. Finais felizes acontecem quando a gente faz questão de rimar a vida.

    E você rimou.

    ResponderExcluir